m a n d i o c a . l e l ê

Icono

Brasil en linea y San Pablo a toda hora: crónicas, personajes e historias de una ciudad que nunca para.

– Libro reúne experiências em Educomunicación: medios de comunicación dentro de la escuela

En Olinda (Estado de Pernanbuco), una escuela de video comunitária obtuvo el apoyo de laa Secretaria Municipal de Educación. En Paraná, jovenes en conflito con a ley produjeron videos que fueron exibidos en la Cinemateca de Curitiba. Estas e otras nueve experiencias están reunidas en el libro “Educomunicar: Comunicação, Educação e Participação no desenvolvimento de uma educação pública de qualidade” (pronto para bajar en  *.pdf), la mas nueva publicación  de la “Rede de Comunicação, Educação e Participação” (Rede CEP).

Creada en 2004, la Red CEP reúne diez organizaciones en un centro de pesquiza, con el objetivo de diseminar metodologias e prácticas de educomunicación como forma de influenciar políticas públicas dirigidas a niños y jovenes de todo  Brasil. “Educomunicar não é somente utilizar um computador ou uma câmera digital em sala de aula. É integrar educador e educando no desenvolvimento de produtos de comunicação; é permitir múltiplos olhares do plano pedagógico sobre a educação; é apropriar-se criativamente dos meios de comunicação; é integrar a voz dos estudantes ao ecossistema comunicativo da escola e é, em última instância, melhorar a gestão do ambiente escolar com a participação dos educandos”, explica, en el texto de abertura del libro, el coordinador de la Red CEP, Alexandre Sayad.

Segundo Sayad, o objetivo da publicação é dar continuidade ao livro “Mídia e Escola: Perspectivas para Políticas Públicaas” (pronto para ser bajado en *.pdf) lançado quatro anos antes. Ele foi feito a partir de relatórios do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) que mostravam até que ponto projetos de educomunicação faziam parte das políticas públicas. “Hoje fazem muito mais”, diz Sayad, “mas é preciso fortalecer a educomunicação para que seja uma preocupação das políticas públicas da educação atual. O livro mostra o que mudou desde o início da atuação da Rede CEP”.

Cada uma das histórias exemplifica que produzir mídia é um elemento fundamental na educação do jovem, e como cada organização conseguiu caminhar no sentido de lidar com a política pública.

A publicação será distribuída para secretários estaduais e municipais da educação em todas as partes do país. “Queremos gerar curiosidade sobre o assunto, instigar os gestores para que considerem esta possibilidade. É um trabalho de sensibilização e de longo prazo”, explica Sayad.

Além disso, o livro é uma forma de qualificar e desenvolver a educomunicação. Por meio da troca de experiências, segundo Sayad, “deve haver reflexão sobre o que vale e o que não vale, sobre o que é bom e o que não é bom. Ainda existem questões a discutir, como por exemplo, até que ponto o educador pode conduzir o produto”, diz. As soluções e respostas para essa e outras questões poderão surgir nas discussões que o lançamento promover.

As experiências apresentadas no livro são: Escola de Vídeo, da ONG Auçuba; Aprender Fazendo (Mídia), da Bem TV; Botando a Mão na Mídia, do Centro de Criação da Imagem Popular (CECIP); a Educomunicação no Bairro-Escola, da Cidade Escola Aprendiz; Escola Interativa: para transver a Educação, da Cipó Comunicação Interativa; Luz, Câmera… Paz! nas Unidades, da Ciranda; Programa Jornal Escola, da Comunicação e Cultura; Educomunicação no Sertão da Bahia, do Movimento de Organização Comunitária; Pesquisa e Assessoria em políticas públicas de Educomunicação, do Núcleo de Comunicação e Educação da USP; Oficina de Imagens: 10 Anos de experimentação e iniciativas em Educomunicação, da Oficina de Imagens; Educomunicação com Saúde e Alegria – Experiências da Rede Mocoronga em Comunidades Ribeirinhas da Amazônia, do Saúde e Alegria.

Archivado en: comunicacion, educación, libros, multimidia, politicas públicas, problemas brasileros, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

:: busca por temática

:: lo mas visto

:: mandioca.lelê

:: Brasil y São Paulo en linea

A toda hora. Crónicas, personajes e historias de una ciudad que nunca para.

Ingrese su e-mail y reciba las notificaciones de nuevos posts via correo electrónico.

Únete a otros 145 seguidores

:: lo publicado mes a mes

:: los mas acesados

:: entradas

A %d blogueros les gusta esto: